Arquivo da categoria: Política e sociedade

Jogo de Carta?

Sou assinante e defensor de longa data da revista Carta Capital.

No entanto, desde o ano passado estou irritado com a abordagem dada ao caso Cesare Battisti. De um jornalismo opinativo, a Carta transitou abruptamente e sem avisar rumo ao puro panfletarismo, ou mesmo ódio contra o “inimigo da Itália”.

Aliás, a verborragia de Mino Carta em seus editoriais virou um mantra. Tanto ele como seus repórteres (Cynara Menezes) e colunistas (Walter Maierovitch) inundaram a revista com conceitos e palavras que, de tão peculiares, chegam a assustar: rapina, ações eversivas, “crimes de sangue”, “traição do compromisso histórico”. E, claro, a frase definitiva: “a Itália enfrentou o terrorismo sem leis de exceção e sem mexer em uma linha de sua Constituição democrática”. Enfim, uma peroração chatíssima. Eu mesmo parei de levar a sério lá pelos idos de novembro.

Agora, vem a pérola. A Carta Capital cortou uma resposta do Ministro das Relações Exteriores Antonio Patriota sobre o caso Battisti, enxertando uma explicação que tenta desqualificar a tese do governo, sem sequer permitir seu conhecimento. Segue a transcrição:

CC: Sobre o caso Cesare Battisti: se o Brasil não confia na Justiça italiana, por que mantém acordo de extradição com a Itália?

O  ministro diz ter a respeito uma “resposta-padrão” e, de certa forma, cai em contradição. Fala, obviamente, da amizade que une Brasil e Itália e afirma que o caso Battisti é individual e “está encapsulado dentro de um contexto meramente judicial”. O Estado italiano, que se considera ofendido pela recusa à extradição, vê traído o acordo firmado com o Brasil, ou seja, a própria lei. A ideia de que o caso tem de ser encarado de um ângulo “meramente judicial” confirma que o Brasil não confia na Justiça italiana. Ao menos por enquanto.

O texto integral está aqui: http://www.cartacapital.com.br/politica/a-politica-sul-sul-e-prioridade

Foi um papelão. Infelizmente, mesmo fora do PIG há exemplos de mau jornalismo. Espero uma boa explicação de Mino Carta, que parece estar um tanto confiante demais na qualidade de sua revista e não ligar mais para seus leitores.

Bom Dilma!

Acordei agora. Festa bonita na Paulista ontem, com direito a Alceu Valença. Deu um gostinho de Marco Zero em 2000 e 2002.

Como saí de casa antes do resultado e cheguei com o dia claro, só agora li as notícias sobre a vitória. Nem tem muito o que dizer. Parabéns pra Dilma e pro povo brasileiro, lamentos pela falta de bom senso de Serra, risadas pelas manchetes chorosas do PIG (um deles falou até de Lula em 2014 na manchete..sai do palanque!). O mais já se sabe, e virou história.

Falta só uma coisinha.

OBRIGADO, NORDESTE! OBRIGADO, PERNAMBUCO! Dilma ganharia só com os votos do resto do Brasil, mas essa vitória teve nossas mãos. E sem essa de Bolsa-Esmola ou voto de cabresto, façam-me o favor. 76% dos pernambucanos mostraram a força da nossa nação.

De volta à programação normal.

Minha Galera

Animado pelo céu azul e sol escaldante de São Paulo nesse DILMA DAY (é isso mesmo, cantando vitória!), vou de Mundo Livre S/A:

Não estou lá

Chove em São Paulo, mas eu queria era estar nessa chuva aí, no Recife, para homenagear Lula e o povo pernambucano.

Vendo tantas notícias e vídeos, bateu uma ponta de arrependimento por não ter ido no feriadão para votar, eleger Dilma e outras coisas mais. Agora, paciência.

http://jc.uol.com.br/canal/eleicoes-2010/noticia/2010/10/29/multidao-esquece-dilma-e-reverencia-lula-242267.php

http://www.brasilianas.org/blog/luisnassif/a-celebracao-de-lula-em-recife#more

http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2010/noticias/0,,OI4763249-EI15311,00-Lula+arrasta+cem+mil+pessoas+e+e+aclamado+nas+ruas+do+Recife.html

 

Veja que mentira, mais uma vez

Começa a semana e eu continuo ansioso pela “bala de prata” do PIG, PSDB e da elite branca brasileira que vão, finalmente, afundar a candidatura Dilma.

A última, veiculada no hebdomadário imundo da Editora Abril, não fez nem cosquinhas. Só espero que não demitam o tal Pedro Abramovay por uma leviandade dessas.

Segue artigo anônimo, mas publicado no blog do Nassif:

http://www.brasilianas.org/blog/luisnassif/veja-e-a-estrategia-de-mister-m#more

 

#SerraRojas, #boladepapelfacts etc.

Pronto, agora não tem jeito, essa campanha demo-tucana perdeu qualquer traço imaginável de credibilidade. Só espero que José Serra, ou Zé Mintirinha, ponha mais uma vez a mão na cabeça, mas desta vez para decidir por sua aposentadoria política.

Até o dia 31/10, vamos jogando bolinhas de papel:

http://megaswf.com/serve/61506/

O fim do PIG?

Não sou tão otimista quanto o Paulo Henrique Amorim sobre o fim iminente do PIG (Partido da Imprensa Golpista). O que vejo é um golpe duro no discurso udenista, essa praga da política brasileira que já contaminou PT e PSDB, e agora merece ser esquecida para o bem da democracia. No entanto, o governo Dilma será muito difícil, e cabe às forças progressistas agirem com ainda mais força e coerência.

http://www.conversaafiada.com.br/politica/2010/09/20/dilma-rompeu-o-limite-da-complacencia-pig-e-elite-nao-tem-volta-e-o-confronto/