Dell’igiene e salute

Há poucas coisas que definam tão bem o excesso de controle urbano da prefeitura de São Paulo e seu síndico Kassab como essa proibição à galinha a cabidela informada por Xico Sá:

http://xicosa.folha.blog.uol.com.br/arch2011-05-08_2011-05-14.html

Faltou mencionar os preços estratosféricos das agulhas fritas no Recife (hoje se pede uma, antes eram 20 ou 30 numa reles manhã de domingo na beira-mar de Olinda) e a repulsa paulistana ao sarapatel, verdadeira preciosidade sanguíneo-pernambucana) que ainda provoca tentação em mim, pobre vegetariano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s