Tempo

Se pudesse pedir algo para 2010, acho que pediria isso: tempo. Nada mais. Preciso dele e sinto que cada vez corre mais rápido, com tudo parecendo a mesma coisa repetida. Queria muito um ano mais lento e mastigado, embora saiba que isso só depende de mim – ou de quem quer que o peça, a quem quer que seja.

Oração ao Tempo (Caetano Veloso)

És um senhor tão bonito quanto a cara do meu filho

Tempo Tempo Tempo Tempo, vou te fazer um pedido

Tempo Tempo Tempo Tempo

Compositor de destinos, tambor de todos os ritmos

Tempo Tempo Tempo Tempo entro num acordo contigo

Tempo Tempo Tempo Tempo

Por seres tão inventivo e pareceres contínuo

Tempo Tempo Tempo Tempo és um dos deuses mais lindos

Tempo Tempo Tempo Tempo

Que sejas ainda mais vivo no som do meu estribilho

Tempo Tempo Tempo Tempo ouve bem o que te digo

Tempo Tempo Tempo Tempo

Peço-te o prazer legítimo e o movimento preciso

Tempo Tempo Tempo Tempo quando o tempo for propício

Tempo Tempo Tempo Tempo

De modo que o meu espírito ganhe um brilho definido

Tempo Tempo Tempo Tempo e eu espalhe benefícios

Tempo Tempo Tempo Tempo

O que usaremos pra isso fica guardado em sigilo

Tempo Tempo Tempo Tempo apenas contigo e migo

Tempo Tempo Tempo Tempo

E quando eu tiver saído para fora do círculo

Tempo Tempo Tempo Tempo não serei nem terás sido

Tempo Tempo Tempo Tempo

Ainda assim acredito ser possível reunirmo-nos

Tempo Tempo Tempo Tempo num outro nível de vínculo

Tempo Tempo Tempo Tempo

Portanto peço-te aquilo e te ofereço elogios

Tempo Tempo Tempo Tempo nas rimas do meu estilo

Tempo Tempo Tempo Tempo

Anúncios

4 Respostas para “Tempo

  1. Existem dois sinais fundamentais de que estamos ficando velho.
    Um é começar a se preocupar realmente com o tempo, coisa que desperdiçávamos debalde quando novos e tolos.
    O outro é começar a ouvir Maria Bethania.
    abraço, meu velho. Um grande feliz e cheio de tempo 2010.

    • direitoesubjetividade

      Valeu, cara. Mas isso é injusto, eu já ouvia Maria Bethania há muito tempo. E a idade pesa mesmo, coisas do tempo…aliás, um 2010 com muito tempo pra vc também 🙂

  2. (…)De nada servia que eu dedicasse a Gilberte aquele que começava e, como surpepõe uma religião às leis cegas da natureza, tentasse imprimir ao primeiro dia do ano a ideia particular que formava a meu respeito; tudo em vão; senti que ele não sabia que o chamavámos o dia do Ano-Novo, que ele expirava no ocaso de um modo não era novo para mim: no vento suave que soprava em torno do mostrador, vi reaparecer a matéria eterna e comum, a umidade familiar, o inconsciente fluir dos dias de sempre. Voltei para casa. Acabava de viver o primeiro dia do ano dos homens velhos, que nesse dia se distinguem dos jovens não porque já não lhes dêem boas-festas, mas porque não acreditam mais no Ano-novo (…)

    a citação de Proust é só pra desejar que acredites no ano novo ainda por muitoo muitoo tempo. E muitoo tempo pra vc, João!

  3. Olá!!! Gostaria de te convidar a entrar no meu blog, http://www.gabpattz.wordpress.com e fazer um comentário sobre o meu conto!!!!
    Sua visita é muito importante!!!! Espero voce lá!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s