É o cara – 2

Falei ontem de Lula, mas esqueci de uma notícia que, por descuido ou preguiça, deixei de comentar por aqui. Falo da reeleição de Evo Morales para mais um mandato como Presidente da Bolívia.

Morales conseguiu, durante o primeiro mandato, algo que parecia impossível: restabelecer crescimento econômico e dignidade para um país miserável, que vive oprimido pela dependência de um único produto de exportação e pela burrice de sua elite branca, os “cambas” de Santa Cruz. Apesar de, durante a crise do gás, ter sido pintado pelo PIG brasileiro como um monstro esquerdista e ditador, Evo representou um esforço de conciliação num país dividido, freando os movimentos golpistas.

Em 2007, passei 15 dias na Bolívia (Uyuni, Potosí, Sucre, La Paz e Copacabana) e pude constatar de onde vem a legitimidade de Evo. Ao contrário dos “cambas”, os “collas” do Altiplano – a população indígena – veem no seu governo a única chance, desde a ocupação espanhola, de assumirem uma posição de controle sobre suas riquezas naturais e melhorias de qualidade de vida, coisa que nenhum dos últimos governos neoliberais conseguiu. Coisas simples como bolsas de assistência social e aposentadoria para idosos foram conquistas suas, assim como melhorias no sistema educacional e de saúde. A reeleição não o deixa mentir, sendo para mim ainda mais relevante e simbólica que a de Lula, por ser a Bolívia um país infinitamente mais pobre que o nosso. 

Que chore o PIG nacional e a elite crucenha…ele é o cara!

http://www.cartacapital.com.br/app/materia.jsp?a=2&a2=9&i=5674

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s