CNJ em Pernambuco

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) publicou essa semana o temido Relatório de Inspeção sobre o TJPE (Tribunal de Justiça de Pernambuco). Como era de se esperar, as conclusões são estarrecedoras, mas nada surpreendentes para quem conhece a instituição. Link

Trabalhei no Fórum de Olinda entre 2001 e 2003 e posso dizer que foi uma das melhores experiências profissionais da minha vida. Afinal, tinha 20 anos e estava entrando verde no serviço público, depois de passar por bicos em geral na adolescência e estágios em órgãos federais – dentre eles o TRF, onde trabalho hoje. No entanto, o que via na justiça estadual há 8 anos atrás era um descalabro completo: juízes incompetentes (no sentido intelectual da palavra), varas sem estrutura alguma, gente pobre sendo mal-tratada e humilhada, desorganização. E, claro, todos os casos possíveis e imagináveis de nepotismo, compadrio, patrimonialismo e todas essas palavras sociológicas para definir a pura e simples pilantragem. 

No fundo, os anos no Fórum me ajudaram a, até hoje, ter uma mentalidade que chamo de “barriga-no-balcão” ao lidar com problemas jurídicos. Ou seja, primeiro está a solução dos problemas, vindo os tecnicismos depois. Além, claro, de falar tudo com palavras simples e sem rodeios. Infelizmente noto que na Justiça Federal e no TRF o clima é mais solene e pomposo que o necessário, e, no fundo, eu ainda me sinta mais útil quando fazia atendimento em Vara de Assistência Judiciária. Espero que algum dia o TJPE tome jeito, e fico feliz que as coisas estejam melhorando por lá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s