Biografia de Charles Bukowski

Não posso começar a escrever isso sem fazer uma ressalva: este post é uma homenagem aos maiores visitantes do blog com exceção óbvia aos meus alunos – os leitores de Charles Bukowski.

Digo isso porque, diariamente, sei quais foram os termos usados em mecanismos de busca que trouxeram pessoas para cá. E, acreditem se quiser, “Bukowski” tem mais relevância que o nome do blog ou mesmo meu próprio nome. O sujeito é um fenômeno…

Pois, agora, estou feliz por ter comprado uma biografia do “velho safado” que me pareceu definitiva. O livro chama-se “Charles Bukowski: locked in the arms of a crazy life” e foi escrito por Howard Sounes que, ao que me consta, também escreveu a de Bob Dylan. O cara deve ser bom.

Vou começar a ler em breve, mas deu pra perceber que a vida de Bukowski consegue ser bem explorada para além de Henry Chinaski e do mito do escritor velho, que trabalhou a vida toda nos Correios. Há partes relevantes sobre a relação entre Buk, ex-mulheres e Marina, sua filha (relação explorada de modo cruel em Cartas na rua), uma visão menos pessoal da infância e, de modo geral, um sentimento de paixão pelo Buk real que, de fato, nunca será desvinculado daquele dos livros. Aliás, ainda consigo um dia copiar algumas poesias no original do  The pleasures of the damned para colar aqui. É…don’t even try

 

Anúncios

4 Respostas para “Biografia de Charles Bukowski

  1. Para quem quiser se aproximar do “velho safado” sem ser pelos seus livros, recomendo o filme”Barfly” que tem, como principal, o personagem semibiográfico “Henry Chinaski”. Uma boa pedida para aqueles que querem adentrar no seu universo e, de quebra, dar boas risadas.

    Tive o primeiro contato com o “ velho apostador em cavalos” através da versão portuguesa da obra “Mulheres” que ronda pela web.

    Para aqueles que gostarem do livro ou do filme, recomendo a coleção de bolso da obra deste autor disponível pela editora LP&M, o preço das obras não passa dos R$20,00.

    Fico feliz em saber que o “velho safado bebedor de whisky” está em alta por aqui.

    Abraço.

    Livro “Mulheres”:
    http://www.esnips.com/doc/07ea3857-da4d-4102-b4d5-457c362a7747/Mulheres—Charles-Bukowski

    Filme “Barfly”:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Barfly_(film)

    Preços dos seus livros:
    http://compare.buscape.com.br/proc_unico?id=3482&raiz=3482&kw=charles+bukowski

    • direitoesubjetividade

      Eu adorei Factotum. Sei que desperta polêmica, mas, para mim, Matt Dillon estava ótimo como Chinaski e o ritmo do filme é muito bom – e fiel ao livro, grande romance.

  2. Olá, João
    Sou a Cecília, da Edelman, agência de comunicação da Jorge Zahar Editor. Gostei muito do seu post. E Bukowsi é realmente um fenômeno. É o típico autor que ou amamos ou odiamos.
    A Zahar lançou recentemente o Guia de drinques dos escritores americanos, que conta as bebedeiras de vários escritores e fala sobre suas bebidas favoritas. Claro que o velho Buko não poderia deixar de estar lá. O Spoilermaker foi apontado no livro como um de seus drinques favoritos (mistura de whisky e cerveja) e indicado para quem quer ficar bêbado rápido…
    Abraço

    • direitoesubjetividade

      Obrigado pela dica, Cecília! Como eu disse, Buk é um fenômeno em todos os sentidos, e quando eu falo dele os acessos do blog disparam. Vou fazer um post específico sobre esse guia q vc citou e, se possível, comprar. Afinal, o tema me interessa MUITO rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s