Teenage (Sex) Riot

Com esse título, preciso comentar o excelente artigo de Alejandro Margulis na edição de agosto do Le Monde Diplomatique, sem dúvidas o melhor jornal de opinião e debate em circulação hoje. Pena que a qualidade dos textos e do projeto gráfico seja inversamente proporcional à do horrível sistema de assinaturas, que me faz todo mês torcer para que ela acabe e eu volte a comprar nas bancas. Mas essa é outra história.

Nesse belo texto, o argentino Margulis discute algo que há muito tempo já me impressiona: a facilidade de tirar fotos digitais com um súbito desejo de adolescentes de todo o mundo por exposição em cenas sensuais ou eróticas. Boa parte dessas experiências são voluntárias e fogem do esquema de exploração mais simples, ou do conceito de “pedofilia”. Como eu cansei de perguntar a Tieta, Raquel, Rosália et al. no GDS 2008, até onde vai a proteção jurídica ao adolescente e onder começa, enfim, seu espaço de autoconstituição subjetiva?

Raridade, o artigo não está na internet. Por isso, sugiro que os interessados comprem o nº 25 do Diplo, mas deixo uma palhinha:

“Nesse estado de coisas, a falta de uma linha de pensamento franca e madura tende a gerar uma ânsia de controle da vida privada dos jovens que oscila entre o laissez-faire e a mania persecutória. Para alguns, a capacidade de dar e receber carinho de forma responsável seria a atitude que melhor articularia os intercâmbios pessoais. Mas, quando é perpassado o medo, o imaginário coletivo sempre se dissolve, cai em infantilismo ou paranoia, e a sociedade tende a buscar autoritariamente a probidade, aquilo que venha a colocar ordem na caótica intimidade dos vínculos.  (…) E, entretanto, o fato de os adolescentes quererem divulgar sua vida na internet continua sendo um ato de celebração. Ritual sem graça, sexo frio, paliativo, ante a indiferença que sentem por parte da sociedade ou o mero gesto de uma peculiar e solitária liberdade de expressão, mostrar-se hoje em dia desse modo lhes parece ser a única chave para serem aceitos”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s