Direito e cinema

Atendendo a pedidos diversos  (André, Marcela, Jane e Talita), remexi nos meus arquivos e encontrei uma lista de filmes que considero importantes para a formação dos alunos. Não que sejam imperdíveis ou essenciais, mas servem para despertar, de várias formas diferentes, um questionamento acerca do papel do direito – assim como desmistificá-lo.

Por enquanto, aí estão 10 sugestões. Cortei filmes fundamentais para mim (Asas do Desejo, Solaris, Trono Manchado de Sangue) e fugi do esquema de filmes policiais de Hollywood que, em geral, são bem repetitivos. Aos poucos vou me lembrando de mais alguns. Vamos lá:

Laranja mecânica (S. Kubrick) – clássico dos anos 70, faz repensar o papel do Estado e dos controles no mundo de hoje. Tratamento Ludovico, quem topa?

Dogville e Manderlay (L. von Trier) – nesses dois, temos a velha e boa questão: o que é viver em comunidade? Desse ninguém sai ileso.

Edukators (H. Weingartner) – Momento de reflexão sobre a juventude e a difícil quebra dos padrões sociais. Indicação especial para a galera abaixo de 20

O sol é para todos (R. Mulligan) – Esse é lindo. Certamente a imagem mais bonita do direito, com o grande Gregory Peck num show de dignidade.

Justiça e Juízo (Maria Augusta Ramos) – Os dois documentários mostram a realidade do processo penal brasileiro com uma crueza impressionante. O que mais assusta é visualizar a tal “violência simbólica do discurso jurídico”, principalmente pra quem está começando.

Noite e Neblina (A. Resnais) – Um documentário média-metragem sobre os campos de concentração nazistas, pela lente assustadoramente suave de Resnais. É duro, mas merece ser visto.

Doze homens e uma sentença (S. Lumet) – Nem gosto muito do filme, mas reconheço que é bom para alimentar uma dúvida sobre as certezas do direito e motivar uma reflexão maior sobre prova, verdade, interpretação etc.

O processo (O. Welles) – Excelente transposição do clima claustrofóbico do livro de Kafka, com a genialidade de Orson Welles.

The corporation (J. Bakan) – Documentário sobre o mal que as corporações provocam no mundo atual. Imprescindível para perceber como o direito é  um instrumento das forças econômicas, e como nossos conceitos não são nada neutros.

 

Anúncios

5 Respostas para “Direito e cinema

  1. Muitos dos filmes citados podem ser encontrados no simpático MAKING OFF
    ( http://www.makingoff.org ).

    Para quem gostar do filme “Laranja Mecânica”, indico, no mesmo gênero distópico, a leitura do livro homônimo, como também, dos livros “1984”, “Admirável Mundo Novo” e “Fahrenheit 451”. Vale ressaltar que, como “Laranja Mecânica”, esses livros também foram adaptados para obras cinematográficas.

    Os filmes podem ser encontrados no já citado MAKING OFF e os livros no Esnips ( http://www.esnips.com )

  2. já assisti alguns dessa lista (edukators, corporation, doze homens, dogville e laranja) e são excelentes! vou à procura dos outros.

    ah, um outro filme também muito bom, que é um misto de ficção-documentário: “quem somos nós?”.

    não é exatamente um filme retórico, mas tem a intenção da dúvida mesmo.

    é psico-filosófico-físico-quântico…

    sem muitos arrodeios! é uma revolução sob a perspectiva de tempo, ser e realidade.

    creio que já tenha assistido, se não, aconselho.

    abraço!

  3. Joãoo.!
    Obrigada, na verdade só vi o “Laranja Mecanica” dessa lista, bem forte!
    Vou ver os outros…
    beijoo

  4. Marcela Moreno

    João,
    Obrigada pela indicação… Já passei esta lista para váááários amigos meus que fazem Direito. Para ser sincera, não assisti a nenhum destes, mas espero que em breve eu esteja discutindo sobre eles contigo.
    Abraço.

  5. Valeu João!!
    Grande abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s